7 erros nas redes sociais que podem prejudicar a sua estratégia

7 erros nas redes sociais que podem prejudicar a sua estratégia

Por Artigo de Wallace Castro. Postado em 31/08/2017. Última atualização em 31/08/2017.

Tempo estimado de leitura: 10 minutos.

Estar presente em ambiente online já é praticamente uma obrigação das empresas.

Quando falamos em redes sociais, isso se torna ainda mais importante.

De acordo com a Digital in 2016, pesquisa realizada pela We Are Social, hoje, 45% da população ativa do Brasil está presente em sites como o Facebook, o Twitter e o Instagram.

Isso significa que trabalhar com essas ferramentas é uma forma de estar onde o público se encontra.

E é por isso que essa presença precisa ser qualificada, de modo a evitar erros nas redes sociais.

Quer conhecer estes principais erros e aprender a evitá-los? Então, confira!

CONTINUAR LENDO

1. Não ter um calendário de postagens

Na internet, planejamento é fundamental.

Isso diz respeito tanto à programação das postagens quanto a organização delas.

No meio digital, as informações surgem a todo momento.

Redes sociais, como o Twitter, por exemplo, permitem que as publicações sejam feitas no exato momento em que os acontecimentos se dão.

Por isso, sem uma programação, você corre o risco de se perder na rede.

Da mesma forma, é preciso saber lidar com as diferentes redes sociais disponíveis, de maneira organizada, pois os clientes procurarão por informações sobre produtos e serviços e você não sabe em qual delas essa pesquisa será feita.

Não trabalhar com um calendário de postagens impede que você tenha uma campanha com início, meio e fim, o que reduz suas chances de alcançar objetivos.

2. Postar conteúdos irrelevantes

Com postagens frequentes e incentivo à participação do público, sua página se mostra forte no ambiente online.

Isso pode ser obtido quando se posta com a frequência necessária e se investe na construção de um relacionamento saudável com a audiência.

Como fazer isso?

Escrevendo o que realmente tem utilidade para ela.

Um erro comum que as empresas cometem é promover um conteúdo que em nada pode beneficiar seus seguidores.

Isso gera problemas como a baixa participação nas postagens e até mesmo o abandono da página.

Pense bem: você curte uma página de tecnologia e não vê uma dica sobre o assunto ao longo de meses.

Pelo contrário. Recebe informações desnecessárias sobre temas como política e humor.

O que você faz? Certamente abandonará a página, não é? Evite que seus seguidores abandonem você.

Preocupe-se em informar esse público com o máximo de qualidade possível.

Escreva bons textos, diversifique sua mensagem.

O Facebook, por exemplo, já oferece possibilidades distintas de comunicação, como o uso do vídeo.

Invista em material útil para os interesses do seu público.

3. Não conhecer o público-alvo

Quando você não identifica o seu público-alvo, a tendência é que crie mensagens aleatórias, sem foco, o que pode fazer com que os seguidores não vejam utilidade no seu trabalho.

A questão aqui é o direcionamento preciso.

Para tanto, a dica é: mantenha-se fiel àquilo que seu público-alvo tem interesse.

Isso vale para qualquer segmento de mercado.

Se você não se concentrar em direcionar a mensagem para o público certo, de nada adiantará investir no digital.

Procure trabalhar com o conceito de persona, uma representação semi fictícia do seu cliente ideal.

Quando você define a persona, consegue produzir conteúdos mais específicos em função das características do seu melhor consumidor.

O resultado disso é um engajamento maior e a construção de uma página mais útil para os interesses de quem estiver pesquisando sobre o seu tema.

É uma forma inteligente de garantir que a sua comunicação não fique dispersa.

4. Não levar a sério o trabalho

Confundir o trabalho nas redes sociais com entretenimento é um dos erros mais comuns cometidos pelas empresas.

É esse o motivo que faz com que até mesmo grandes companhias tenham problemas com sua imagem online.

Gafes, como a cometida pela Danette, que brincou com a eliminação do time do São Paulo numa competição internacional, podem levar a repercussões negativas e até mesmo a boicotes.

Evite esse tipo de problema.

Saiba identificar a linguagem adequada para falar com o seu público e, somente em função disso, defina o grau de formalidade do seu conteúdo.

Sua audiência é mais jovem e seu produto atende a um universo mais descolado? Então não há problemas em ser informal, mas desde que isso seja planejado.

A ideia aqui é se aproximar do público consumidor, não se divertir como você pode fazer usando o seu perfil pessoal.

5. Usar incorretamente a língua portuguesa

O uso incorreto não diz respeito somente a erros gramaticais, mas também ao uso indevido de gírias em momentos inapropriados.

Empresas que cometem erros de concordância em suas postagens e que esquecem uma ou outra letra numa mensagem, passam a imagem de pouco cuidado com o que fazem, algo que interfere em sua credibilidade.

Por isso, tome cuidado.

Não é necessário rebuscar a escrita a ponto de dificultá-la para quem lê, mas cuide para que todo o conteúdo publicado não contenha erros básicos, como tantos que vemos nas redes sociais.

Para tanto, trabalhe com um corretor ortográfico e, se possível, consulte um revisor para analisar as postagens que serão publicadas.

Assim, você garante credibilidade e evita que a sua empresa se transforme em piada no ambiente online.

6. Postar fotos de maneira inadequada

Não deixe que um dos principais recursos das redes sociais seja um ponto negativo no seu trabalho.

As fotos, quando bem usadas, dão um dinamismo maior para a sua comunicação e facilitam a interação com o público.

O conteúdo fotográfico é certamente mais fácil de ser assimilado do que os textos.

Mas, não exagere. Não constranja seu seguidor com materiais inapropriados.

Empresas reconhecidamente bem-sucedidas no online já cometeram esse erro e pagaram caro por isso.

É o caso da página Catraca Livre, que usou o trágico acidente de avião da Chapecoense para mostrar fotos de pessoas antes de sua morte.

A consequência foi uma repercussão bastante negativa e a perda de milhares de seguidores.

Evite esse problema.

Procure trabalhar com mensagens positivas, de bom gosto e relevantes para as pessoas.

Mas, fundamentalmente, concentre-se na relevância do conteúdo para a sua persona, independentemente do que puder trazer mais ou menos audiência.

Esse é o caminho.

7. Redes Sociais desassociadas ao Site

Ter uma identidade única é algo que trará credibilidade à sua marca, então não tenha uma identidade visual nas redes sociais diferente do seu site, é fundamental que as cores e assuntos abordados estejam em harmonia entre essas duas ferramentas digitais.

Curtiu nossas dicas sobre erros nas redes sociais?

Compartilhe nosso post nas suas redes sociais e mostre que você sabe o que está fazendo!

Agora se você precisar de ajuda para implementar uma estrutura de marketing digital, ou simplesmente se desejar fazer o seu negócio crescer, fique à vontade para falar conosco.

A missão das Franquias Virtuais é juntos conectar pessoas ao seu negócio por meio da internet!

Aficionado por empreendedorismo, graduado em Tecnologia, Marketing e Economia, já geriu áreas comerciais de diversas empresas de tecnologia, participa como voluntário do ITFB e ICM, atualmente é o Diretor Comercial e Marketing da rede de Franquias Liguesite.

Liguesite

O blog Liguesite oferece conteúdo de marketing digital gratuito para empreendedores alcançarem resultados positivos em seus negócios com a internet. Nós queremos ajudar você e a sua empresa também!

Liguesite Matriz

ENDEREÇO

Rua Antonio Daniel Dalcuche Filho, 27
Curitiba
Paraná

 

ATENDIMENTO

(11) 4063-2828   |  (21) 4062-7834
(31) 4062-7934   |  (41) 4063-9808
(48) 4062-1878   |  (71) 4062-9878
(81) 4062-9802   |  (85) 4062-8442

[email protected]

© 2018 Liguesite. Todos os direitos reservados. Leia nossa Política de Privacidade.