Abrir um negócio

são 9 dicas para você ter mais segurança
Abrir um negócio

Por Comunicação Liguesite. Postado em 22/12/2017. Última atualização em 22/12/2017.

Tempo estimado de leitura: 11 minutos.

Apesar de ter evoluído significativamente nas últimas duas décadas, o Brasil infelizmente ainda é um país caracterizado por uma economia altamente instável, intercalando momentos de progresso com momentos de profunda recessão.

Soma-se a isso o fato de que os direitos trabalhistas mais fundamentais estão sendo ameaçados com a proposta de reforma da Previdência Social e reforma trabalhista, e temos um ambiente marcado pela alta instabilidade econômica associada a incerteza de um futuro economicamente seguro.

Essas são apenas duas das razões que justificam as taxas cada vez mais elevadas de empreendedorismo do povo brasileiro.

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 4 entre cada 10 brasileiros possuem um negócio próprio, fazendo com que sejamos um dos países com uma das maiores taxas de empreendedorismo.

Essa taxa se reflete na economia, pois 98,5% das empresas em atuação no país se enquadram como sendo de micro ou pequeno porte, sendo de fundamental importância para a geração de riquezas e postos de trabalho, formais ou informais.

Se por um lado esses são números positivos, por outro deve-se considerar que 54% das empresas criadas no Brasil não sobrevivem aos dois primeiros anos de atuação, fazendo com que as franquias sejam a melhor opção para possuir um negócio próprio, pois oferecem maior segurança aos investidores por se basear em um modelo de negócio testado e ajustado ao mercado.

Não à toa, o setor de franquias apresentou crescimento de 9,2% em 2016, sendo que para 2017 o crescimento previsto gira em torno de 6% a 9%.

Caso você deseje abrir um negócio, não deixe de ler esse artigo, pois nele você terá dicas de como iniciar o planejamento da maneira correta e garantir a colheita de bons frutos no curto, médio e longo prazo.

CONTINUAR LENDO

Dicas para abrir um negócio:

Viabilidade da ideia

Antes de mais nada, é necessário ter certeza que as pessoas comprarão o(s) produto(s) e/ou serviço(s) que sua empresa fornecerá, isto é, é preciso verificar se há espaço no mercado para sua mercadoria.

A melhor maneira de fazer isso é através de uma pesquisa de mercado, pois ela não te dará somente a resposta em termos da viabilidade de seu negócio, mas também um melhor entendimento sobre o seu público-alvo (características sociodemográficas como faixa etária, escolaridade, classe social, etc.), e sobre seus concorrentes em potencial.

Pessoal necessário para a operacionalização

Uma das principais características de micro e pequenas empresas reside no fato do empreendedor acumular uma série de tarefas e funções.

No entanto, além de gerar uma sobrecarga de trabalho, isso pode atrapalhar na qualidade do serviço ou produto final.

Por isso, é fundamental saber qual a quantidade de pessoas para fazer com que o negócio funcione da melhor maneira possível.

Por exemplo, o empreendedor fica responsável pela gestão, enquanto sua(eu) parceira(o) fica responsável por realizar o atendimento ao cliente, e um funcionário é contratado para a realização dos serviços ou para executar as atividades pertinentes à linha de produção.

Busca por sócio ou capital

Todo negócio exige um investimento inicial, que varia conforme o porte ou ramo de atuação da empresa.

Depois que esse valor é definido, é necessário pensar em como ele será levantado.

É possível, por exemplo, utilizar as economias ou iniciar uma poupança para financiar o investimento inicial, ou mesmo conseguir um empréstimo perante o banco ou instituições de fomento ao empreendedorismo, como o Banco do Povo.

Outra opção viável é buscar um sócio para financiar parte do negócio.

Mas lembre-se que nesse caso ele também se beneficiará dos lucros gerados.

Investimentos, despesas fixas e variáveis do negócio

Além do investimento inicial, é necessário considerar os custos gerados pelo negócio, que se dividem entre despesas fixas e variáveis.

No primeiro grupo, entram aquelas contas que estão presentes todos os meses sem depender de qualquer fator, como aluguel, internet e conta de energia.

No segundo grupo, estão as despesas associadas ao volume de produção, como comissão de vendedores, compra de matéria-prima e insumos e pagamento de impostos.

Capital inicial e capital de giro

Os investimentos mencionados nos dois tópicos anteriores para abrir um negócio podem ser divididos em capital inicial e capital de giro.

Como o próprio nome indica, no primeiro caso se trata do capital necessário para que a empresa saia do papel e comece a funcionar, o que inclui compra de equipamentos, aluguel de um espaço, compra de matéria-prima, etc.

Mas o trabalho não acaba por aí, pois a empresa levará alguns meses para cobrir os custos e começar a gerar lucro, e é justamente para isso que o capital de giro serve, ou seja, para garantir o funcionamento da empresa.

Documentos, taxas, licenças e autorizações necessárias

Levando em conta a burocracia típica das esferas governamentais brasileiras, é necessário providenciar a papelada para abrir um negócio e garantir que ele opere na legalidade.

O primeiro passo é registrar a empresa na Junta Comercial, para depois retirar o CNPJ junto à Receita Federal.

Na Secretaria Estadual da Fazenda, é necessário realizar a emissão da Inscrição Municipal.

Por fim, na Prefeitura, é preciso emitir o alvará de funcionamento, alvará do Corpo de Bombeiros e outras autorizações que variam de acordo com a atividade a ser exercida.

Caracterização da empresa

Na legislação brasileira, existem diversas categorias para realizar o enquadramento de empresas, que terão impactos diretos na tributação e obrigações previstas.

Por isso, para decidir em qual das categorias encaixar seu negócio, é necessário recorrer a um contador experiente.

Somente a título de esclarecimento, os tipos de empresas são Sociedade Limitada, Sociedade Anônima, Microempresa, Empresa de Pequeno Porte e Microempreendedor Individual.

Custo para abrir uma empresa

Esse custo varia muito de acordo com a região geográfica, pois como vimos na seção de documentação necessária, as esferas governamentais e municipais têm um papel importante.

Segundo levantamento realizado por diversos órgãos, o valor-base é em torno de R$ 2.168, mas pode variar em até 700% dependendo do estado/cidade.

Por que contar com o modelo de franquias digitais é uma ótima opção?

Como vimos, as franquias têm como vantagens oferecer um modelo de negócio testado, diminuindo as chances de falência, e por isso são consideradas como a melhor opção para abrir um negócio.

Mas as vantagens não se encerram aqui, pois a franquia também oferece aos empreendedores o suporte necessário, treinamento para toda a equipe, sistemas prontos e mesmo a possibilidade de trabalhar de casa.

Todas essas vantagens são potencializadas quando falamos de franquias de marketing digital, uma vez que trata-se de um dos setores mais promissores da economia, já que as vendas de e-commerce crescem a uma taxa aproximada de 12% ao ano, e estamos falando de um apenas um dos setores do marketing digital.

Por isso, não espere mais

Se deseja abrir um negócio, invista hoje mesmo em franquias digitais e aproveite todo o potencial que esse modelo de negócio e esse mercado podem te oferecer.

Gostou do nosso artigo?

Então curta nossa página do Facebook ou LinkedIn, e tenha sempre informações como essa ao seu alcance.

A missão das Franquias de Sucesso Liguesite é qualificarmos os empreendedores das nossas franquias para que ofereçam as melhores soluções digitais do mercado, fazendo com que produtos, serviços e marcas sejam encontradas por quem as procura.

Se você precisar de ajuda para abrir o seu próprio negócio, para ter mais segurança, liberdade e crescer, ou simplesmente deseja para escolher a melhor franquia para investir, fique à vontade para falar conosco.

Somos conectados e conectamos pessoas, via internet.

Seja estratégico, conecte-se.

Liguesite

O blog Liguesite oferece conteúdo de marketing digital gratuito para empreendedores alcançarem resultados positivos em seus negócios com a internet. Nós queremos ajudar você e a sua empresa também!

Liguesite Matriz

ENDEREÇO

Rua Antonio Daniel Dalcuche Filho, 27
Curitiba
Paraná

 

ATENDIMENTO

(11) 4063-2828   |  (21) 4062-7834
(31) 4062-7934   |  (41) 4063-9808
(48) 4062-1878   |  (71) 4062-9878
(81) 4062-9802   |  (85) 4062-8442

[email protected]

© 2018 Liguesite. Todos os direitos reservados. Leia nossa Política de Privacidade.