Abrir uma franquia: 7 erros que podem destruir seu sonho empreendedor

Abrir uma franquia: 7 erros que podem destruir seu sonho empreendedor

Por Artigo de João Cesar. Postado em 02/03/2017. Última atualização em 02/03/2017.

Tempo estimado de leitura: 9 minutos.

Abrir uma franquia é o grande sonho de muitos brasileiros, mas isso pode acabar virando um pesadelo se você não se preparar para essa grande mudança em sua vida. Afinal, empreender exige muito planejamento e entendimento sobre todo o processo.

Mas não se desespere: investir em uma franquia traz grandes vantagens para a sua vida profissional. Se o negócio for operado corretamente, com metas claras e expectativas alinhadas, o seu empreendimento terá vida longa e próspera!

Para te ajudar a concluir essa missão com êxito, separamos aqui 7 erros que você deve evitar ao abrir uma franquia. Acompanhe:

CONTINUAR LENDO

1. Não conhecer o mercado da franquia escolhida

Pode parecer estranho, mas muitos empreendedores abrem franquias sem conhecerem o mercando onde irão atuar. Isso pode acontecer por vários motivos, principalmente quando se está de olho em uma marca que já é sucesso.

Abrir uma franquia num local novo, mesmo que seja de uma marca consagrada, requer muito conhecimento sobre o mercado. Afinal, você já deve ter visto ou ouvido falar de negócios promissores e que fazem sucesso em várias partes do mundo, mas fecham as portas em determinados locais.

Portanto, aprofunde-se no mercado: conheça o público consumidor, como ele se comporta, quais as tendências para o negócio específico e todos os outros fatores relacionados à marca. Isso vai evitar muita dor de cabeça futura.

2. Não ter um plano de negócio antes de abrir uma franquia

Todo modelo de negócio necessita de um plano. Mesmo que a franquia já tenha o manual do franqueado, você precisa separar um tempo para planejar cada detalhe da rotina da empresa, para não correr o risco de o barco afundar no meio do caminho.

O plano de negócio, basicamente, é um documento que detalha o passo a passo da construção do seu empreendimento e deve compreender as seguintes áreas:

  • planejamento financeiro: com seu capital de giro, a relação das despesas fixas e esporádicas, pró-labore, metas de faturamento, estratégias de redução de despesas, taxa para a franquia e etc.;
  • planejamento operacional: como funcionará a rotina do negócio, quantos funcionários, estrutura, instalações e etc.;
  • planejamento de marketing: como você irá divulgar a sua franquia, tanto na região quanto na internet.

Em cada um destes planejamentos você precisa definir metas e objetivos claros. Dessa forma, será muito mais fácil gerenciar a franquia e antever possíveis problemas.

3. Não entender como o sistema de franquia funciona

O modelo de franchising funciona de uma forma diferente e muitos franqueados podem cometer sérios erros e ter algumas frustrações se não estudarem a fundo sobre esse mercado. Isso porque existem direitos e deveres que devem ser respeitados.

Para começar, existe uma lei específica sobre o assunto: a Lei nº 8.955/94, conhecida como Lei de Franquias, que foi inspirada no modelo norte-americano.

Na dúvida, pesquise mais, pergunte às pessoas que possuem experiência em franquias e esclareça tudo antes de definir pela abertura da sua.

Se desejar conhecer mais sobre o sistema de franquias veja nosso treinamento em vídeo.

4. Falta de planejamento financeiro

Precisamos nadar contra a corrente que diz que os brasileiros não têm educação financeira. Planejar as finanças da franquia é extremamente importante e evita muitas noites mal dormidas.

É claro que pelo caminho existirá obstáculos, e muitos deles nessa área, mas ter um planejamento detalhado, com suas metas claras, faz com que você saiba tomar decisões e minimizar alguns danos.

Você pode começar se planejando a partir do próprio modelo de negócio da franquia que pretende abrir, com a quantia necessária para o investimento e a expectativa de retorno financeiro. Mas, somente isso não basta.

Faça o seu próprio planejamento de todos os custos de abertura e operação — até mesmo porque sabemos que no início nem sempre o faturamento pode ser positivo. Então, levante o capital de giro, crie uma reserva de emergência e tudo o que for necessário para sobreviver em tempos difíceis.

Outra boa dica é você entrar em contato com franqueados da mesma marca para saber qual é a realidade na rotina de cada um e os desafios que enfrentam.

5. Escolher a franquia apenas pela marca famosa

Não cometa esse erro. Uma marca que faz sucesso no norte do país nem sempre pode prosperar no sul. E, da mesma forma, uma franquia que ninguém conhece na sua região pode estourar e ser sucesso absoluto, incomodando a concorrência.

Franquias de Sucesso dependem dos fatores que mencionamos acima: do seu conhecimento sobre o mercado, da sua identificação com o negócio, do seu planejamento e sua dedicação na operação da Franquia. Veja o nosso passo a passo antes de abrir uma franquia e prepare-se para o sucesso!

6. Achar que pode administrar a franquia à distância

Ter todo o trabalho para abrir uma franquia, inaugurá-la e partir em férias ou em um período sabático, deixando tudo a cargo de um gerente ou administrador é um mau negócio.

Como qualquer outro empreendimento, você precisa acompanhar de perto o funcionamento da empresa e ser um líder para os seus colaboradores. Afinal, você precisa aprender como funciona na prática toda a rotina e estar por perto quando ocorrer contratempos.

Não queremos dizer que você nunca mais poderá descansar na vida, pois precisamos ter equilíbrio. Mas, nos primeiros anos da empresa, fique por perto até ela tomar fôlego e você ter confiança de delegar algumas funções importantes a outros colaboradores ou a um sócio.

7. Acreditar que uma franquia se divulga sozinha

Você pode abrir a franquia mais conhecida das galáxias, mas se não fizer uma boa propaganda, seu empreendimento poderá ficar às moscas — ou, no caso do oferecimento de serviços, não conseguir nenhum cliente. Muitos franqueados acreditam que a franqueadora é a responsável por essa parte, mas a responsabilidade é conjunta.

Portanto, arregace as mangas e divulgue a sua franquia em toda a região que pretende atingir, lembre-se de verificar qual região pertence a sua Franquia.

Avalie usar a mídia local, como revistas, jornais, outdoors e panfletagem.

Também marque presença em eventos e feiras da cidade, faça networking e parcerias.

Não se esqueça de maneira nenhuma do marketing digital. A sua marca precisa ter presença constante na internet, criação de site e redes sociais são fundamentais.

Invista na produção de conteúdos para o seu público, anuncie sua franquia no Google Adwords e faça tudo o que estiver ao seu alcance para atrair cada vez mais clientes.

Esses foram os 7 erros que podem destruir o seu sonho empreendedor ao abrir uma franquia. Agora que você já os conhece, muitos problemas serão evitados e o seu negócio tem grandes chances de prosperar!

Preparamos um material bem exclusivo para você encontrar a melhor Franquia para você.

E por falar em conhecimento, que tal receber dicas semanalmente em seu Facebook? Curta nossa página e fique prepare-se para o sucesso!

Palestrante e pós graduado em tecnologia, vem empreendendo há 20 anos em diversos segmentos do mercado, atualmente participa como voluntário do ITFB e ICM, é conselheiro da rede de Franquias Liguesite.

Liguesite

O blog Liguesite oferece conteúdo de marketing digital gratuito para empreendedores alcançarem resultados positivos em seus negócios com a internet. Nós queremos ajudar você e a sua empresa também!

Liguesite Matriz

ENDEREÇO

Rua Antonio Daniel Dalcuche Filho, 27
Curitiba
Paraná

 

ATENDIMENTO

(11) 4063-2828   |  (21) 4062-7834
(31) 4062-7934   |  (41) 4063-9808
(48) 4062-1878   |  (71) 4062-9878
(81) 4062-9802   |  (85) 4062-8442

sac@liguesite.com.br

© 2018 Liguesite. Todos os direitos reservados. Leia nossa Política de Privacidade.