Como fazer marketing digital

Como fazer marketing digital

Por Comunicação Liguesite. Postado em 11/12/2017. Última atualização em 11/12/2017.

Tempo estimado de leitura: 25 minutos.

Nos últimos anos muito se ouve sobre sobre marketing digital, entretanto, o que diferencia aqueles que obtêm sucesso na área daqueles que não, é saber exatamente como fazer marketing digital e um profundo conhecimento de técnicas, aplicações e estudo constante sobre o assunto com foco em manter-se atualizado sempre.

Apesar de o termo não ser novo foi a partir do ano 2000 que o marketing digital tornou-se extremamente popular.

Hoje buscaremos mostrar profundamente para você como fazer marketing digital, quais as principais técnicas dessa poderosa ferramenta, e com isso tornar o marketing digital um negócio para você.

CONTINUAR LENDO

Mas o que é marketing digital?

Em linhas gerais, chamamos de marketing digital uma série de estratégias e canais de marketing que são focadas no ambiente online, dispositivos móbile além de diversos outros meios de comunicação digital.

Várias dessas estratégias são bem conhecidas.

Entre as principais temos: email marketing, SEO, links patrocinados e produção de conteúdo.

O marketing digital apresenta diferenças com relação ao chamado outbound marketing ou marketing tradicional.

Ao analisar as vantagens dessa modalidade (digital) essas diferenças ficam ainda mais perceptíveis.

Vejamos algumas das principais delas:

Aumento da competitividade

Ao fazer uso das estratégias de marketing digital o poder competitivo da empresa aumenta significativamente.

Isso ocorre porque temos um maior campo de atuação que permite não apenas atingir, mas também conquistar novos clientes.

Por isso, ao colocar o marketing digital em prática, a empresa, não importando o seu tamanho, se tornará mais competitiva em comparação com aquelas que praticam apenas o outbound marketing ou marketing convencional.

Relacionamento mais direto com o público-alvo

Conseguir falar de maneira mais direta com o cliente é uma vantagem extraordinária para a empresa.

Entretanto, é necessário que uma observação seja feita aqui: é preciso saber o que fazer e fazer bem feito.

Sendo assim, é fundamental verificar constantemente se os canais de atendimento online e offline, se for o caso, estão funcionando perfeitamente.

E mais, o serviço prestado precisa ser de qualidade e diferenciado.

Uma saída essencial é criar um plano que envolva o SAC 2.0.

Com isso, será possível perceber melhor como a empresa está posicionada no segmento digital.

Resultados maiores com custos menores

Esse é um dos melhores atrativos dessa modalidade de marketing.

Quando comparamos o custo envolvido nas ações segmentadas fica fácil perceber o baixo custo em relação a qualquer outra forma de marketing ou publicidade.

As possibilidades que o marketing digital oferece são diversas e devido a isso é possível atingir mais objetivos com um orçamento menor.

Monitoramento sobre o que falam sobre a empresa

Atualmente, a quantidade de ferramentas que possibilitam e tornam mais prático o monitoramento da empresa no meio digital é enorme.

Existem soluções para todos os segmentos, tamanhos de empresa e finalidades.

Basta que uma análise seja feita com o objetivo de encontrar aquela que melhor se encaixa a situação e colocá-la em uso.

Além disso, é interessante observar que essa é uma das formas mais baratas e eficazes para entender o que está sendo dito sobre o produto ou serviço.

Análise de resultado

Com os avanços na área temos ferramentas de métricas cada vez mais precisas.

Elas conseguem indicar com exatidão qual é o comportamento do público-alvo em determinada campanha implantada.

Alcance Global

Em campanhas de marketing tradicionais o alcance é limitado e regional na maior parte dos casos.

Um exemplo são os flyers e os outdoors. Uma estratégia assim colocada em prática em São Paulo não vai atingir Belo Horizonte.

Já no marketing digital, com o uso do mundo virtual, o alcance pode até ser em nível global.

Isso pelo simples motivo de que não há limites geográficos aqui.

Interatividade

Todas as estratégias desenvolvidas na internet permitem uma interatividade maior com o público-alvo.

Com isso, a comunicação deixa de ser uma via de mão única.

E exatamente por esse motivo é que as possibilidades são ampliadas e cada vez mais as empresas podem chegar mais próximas do cliente.

Segmentação

A quantidade de dados que o marketing digital pode trazer é um dos pilares de sucesso desse modelo.

Com esses dados em mãos é possível que a equipe responsável possa fazer investimentos mais acertados com foco no público-alvo.

Além disso, com a possibilidade de fazer esse tipo de segmentação, as campanhas vão aumentar potencialmente e claro, o dinheiro será mais bem aproveitado.

Acompanhamento em tempo real

Como tudo aqui gira em torno da internet, tudo pode ser analisado em tempo real.

Essa é uma vantagem enorme uma vez que os profissionais que atuam com o marketing digital poderão acompanhar e fazer adaptações de forma rápida, conforme analisam o desempenho da campanha.

Mais um fato que contribui para a economia de dinheiro.

É possível perceber isso de um jeito bem simples: um anúncio em uma revista impressa, por exemplo, não poderá ser modificado depois que sair da gráfica.

Além disso, dificilmente é possível medir os resultados que esses anúncios poderão trazer.

No mundo digital, tudo pode ser feito a qualquer hora, os dados são mais completos e a agilidade é constante.

As vantagens não se limitam apenas a esses pontos. Há muito mais que pode ser explorado.

Quem é sua persona?

As personas (ou buyer personas) são os pilares de qualquer prática ou estratégia de marketing.

Elas estão no centro por serem as grandes responsáveis pela segmentação objetiva e correta da campanha.

Apenas por isso já é possível perceber como é importante saber quem é a persona em foco.

Antes de colocar qualquer estratégia em ação a equipe de marketing precisa estudar e definir isso.

Como sugere o próprio nome, a buyer persona são aqueles que comprarão o produto ou serviço.

Tanto a definição como o uso da persona estão concentrados no público-alvo e por isso representam uma grande vantagem para o sucesso.

Quando a empresa entende quem é o consumidor de seus serviços/produtos, quais são suas dores e preferências, o que espera e como deseja se comunicar com a empresa todo o processo para a tomada de ações e estratégias fica mais fácil e objetivo já que podem ser personalizados.

Como consequência, é possível fazer com que a taxa de conversão seja muito maior.

Explicado como fazer marketing digital, vejamos agora algumas estratégias e ferramentas.

Marketing digital: estratégias e ferramentas

Marketing digital estratégias e ferramentas

 

Definindo os objetivos

Antes de se pensar em como fazer marketing digital é preciso saber com clareza quais são objetivos que devem ser alcançados.

Como o marketing digital oferece uma gama infinitamente maior de possibilidades, a falta de uma meta clara contribuirá para um não aproveitamento dos recursos.

Por exemplo:

  • O objetivo é ter maior contato com o público-alvo?
  • Aumentar a presença online da empresa?
  • Ampliar o atendimento?

Seja qual for a finalidade é preciso saber o que se quer.

Depois disso é que será possível definir quais as melhores ferramentas que devem ser usadas ou ainda quais os canais ideais.

Os vários canais, ferramentas e tipos de conteúdo do marketing digital

Como vimos anteriormente, o marketing digital dispõe de centenas de ferramentas, soluções, formatos e canais que podem ser usados para que os objetivos sejam alcançados.

Entre os principais deles estão os descritos abaixo:

Blog

Considerado por especialistas no setor como um dos canais mais importantes no marketing digital.

Através dele, a empresa pode construir e solidificar aquilo que chamamos de autoridade no mercado.

Além disso, é possível conectar-se com o público desejado e até transformar os simples visitantes em futuros clientes.

A principal vantagem desse canal é que o responsável tem total controle sobre o que vai acontecer nele (voz, abordagem, promoção ou não de produtos e serviços).

Vídeos

Cada vez mais populares entre os usuários da internet, os vídeos estão se tornando uma ferramenta essencial ao marketing digital.

Desenvolver campanhas e criar materiais em vídeo tem sido uma das estratégias mais usadas nos últimos tempos.

O motivo para a popularização de conteúdos desse tipo é muito simples: o formato em vídeo possibilita que os conteúdos divulgados sejam mais dinâmicos, tenham maior interatividade e passem a mensagem correta de forma rápida e prática.

Redes sociais

Não é necessário apontarmos os números de usuários de redes sociais.

Basta apenas observar que atualmente até mesmo quem não dispõe de acesso constante a internet tem um perfil em alguma plataforma.

Vale lembrar que cada uma delas possui um tipo de formato.

Por isso, a empresa ou marca precisa avaliar qual é a mais adequada para a sua campanha.

Por exemplo:

  • O Instagram privilegia imagens;
  • O Youtube os vídeos assim como o Vimeo;
  • Enquanto o Facebook, Messenger e WhatsApp permitem um contato mais rápido com o público.

Apesar dos aspectos positivos, é preciso ter cuidado ao investir em redes sociais.

Ao contrário de outros canais e ferramentas como os blogs, sites e páginas de captura não é possível ter um controle completo sobre elas.

O motivo disso é simples: a função básica das redes sociais é a interação.

Criar um perfil no qual os visitantes e "amigos" não possam comentar ou curtir não vai funcionar a longo prazo.

Native advertising

A chamada native advertising ou publicidade nativa é algo bem recente na internet.

Mas como as mídias display começaram a ser superadas, ela foi ganhando força.

O que temos aqui é um tipo de publicidade que considera o formato de origem (ou nativo) do site onde será veiculada.

Por exemplo, é cada vez mais comum marcas e empresas criarem suas próprias listas em sites ou seus próprios publieditoriais.

O sucesso da publicidade nativa se deve a um fator interessante: as pessoas estão cada vez com menos paciência para serem interrompidas.

Como a internet facilita a busca por conteúdo em outro lugar os formatos tradicionais foram ficando menos eficientes.

E-mail

O tempo passa e o e-mail segue como uma das principais ferramentas na prática do marketing digital.

Ele permite um contato mais íntimo com o cliente que, por sua vez, está recebendo determinado conteúdo porque concordou.

Nesse caso, vale lembrar que uma prática usada por alguns profissionais, mas extremamente péssima e sem ética, é a compra de listas de e-mail.

Ad Networks / Mídias display

Esse é o mais tradicional formato para propagar o marketing digital.

Os Ad Networks são os famosos banners e os vários formatos de anúncios gráficos que são encontrados em quase todos os sites e blogs.

A evolução do marketing em displays é que fez com esse segmento evoluísse.

Hoje, temos redes centralizadas (Ad Networks) que fazem a distribuição dos anúncios em diversos sites.

Com isso, o anunciante não precisa se preocupar em negociar com o domínio onde pretende veicular seu conteúdo.

Temos Ad Networks de todos os tipos: corporativos, por segmento e o Google AdSense que é considerado a maior do mundo.

Google AdWords

Essa é a plataforma de publicidade mais usada e traz o privilégio de ser do Google.

Por meio dela é possível exibir anúncios na forma de links patrocinados sempre que alguém efetua alguma busca, seja ela por meio do computador ou de dispositivos móveis.

Além disso, o AdWords otimiza os anúncios ao exibi-los principalmente nos resultados de pesquisa que tenham relação com as palavras-chave especificadas.

Com isso, é possível segmentar ainda mais cada campanha.

Essas são apenas algumas das centenas de ferramentas, canais e tipos de conteúdo que podem ser usados nas estratégias de marketing digital.

O que não pode deixar de ser feito é uma pesquisa profunda com o objetivo de encontrar os mais adequados para a situação do profissional ou da empresa.

Outro fator de extrema importância é ter uma atenção especial no tipo de conteúdo.

Por exemplo, irá produzir ebooks para ampliar a interação com os visitantes do site/blog ou oferecerá conteúdo exclusivo (vídeos, ebooks, infográficos etc.) para quem assinar determinada página?

O que deve ser analisado sempre é qual está trazendo resultados e concentrar cada vez mais os esforços sobre esse canal/conteúdo.

Quer conhecer mais o mercado digital?

Principais métricas do Marketing Digital

Marketing digital - Principais métricas

 

Em se tratando de como fazer marketing digital uma das grandes vantagens está nas métricas.

Afinal, “o que pode ser medido pode ser melhorado”.

Retorno sobre investimento (ROI)

Logo de início temos uma das métricas mais importantes para qualquer tipo de negócio.

A principal finalidade do ROI é apresentar exatamente qual foi o retorno obtido com relação ao valor investido.

Custo de aquisição por cliente (CAC)

O CAC tem como finalidade apresentar o quanto se está gastando para que um novo consumidor, seja ele de um produto ou de um serviço, chegue ao destino final.

Taxa de Cliques (Click-through-rate ou CTR)

O CTR consegue fornecer informações precisas com relação a efetividade real de determinado anúncio.

Por meio dessa métrica, o profissional de marketing digital conseguirá avaliar os vários aspectos que envolvem uma campanha: textos, imagens, palavras-chave e segmentação.

Custo por clique (CPC)

Em campanhas pagas essa métrica é extremamente importante.

Através do CPC é possível saber e determinar o quanto está sendo gasto para levar o usuário a determinada página de um domínio como, por exemplo, uma landing page.

Custo por lead (CPL)

Mesmo considerando o fato de que não são todas as estratégias de marketing que tem como objetivo final a obtenção de leads é preciso considerar que as empresas cada vez mais precisam investir na relação com o cliente. E aqui, o CPL é essencial.

O CPL pode ser representado da seguinte maneira:

CPL = investimento total na campanha/número de leads gerados

Em outras palavras, quanto mais baixo for o CPL, melhor!

Franquias de marketing digital é uma boa opção?

Aqui chegamos a um ponto importante para aquele que quer colocar em prática tudo o que vimos até agora.

Uma franquia de marketing digital oferece essa oportunidade tanto para quem está começando na área quanto para quem já atua.

O que é possível fazer com uma franquia de marketing digital?

  • Atuar no setor de assessoria e consultoria;
  • Criar, implantar e gerenciar estratégias com o AdWords;
  • Otimizar campanhas com base em SEO;
  • Atuar com desenvolvimento de portais, blogs, lojas virtuais e sites;
  • Produção de conteúdo segmentado;
  • Planejamento de estratégias e muito mais.

Um dos maiores benefícios das franquias de marketing digital é o fato de que o profissional pode fazer tudo no conforto de sua casa, por meio da modalidade home office.

Além disso, um ponto que chama atenção aqui são os investimentos relativamente baixos e o retorno que vai de curto a longo prazo conforme a situação.

Entretanto, assim como tudo o que gira em torno do marketing digital, neste caso também será preciso fazer uso de ferramentas e estratégias que permitam que o negócio seja conduzido da maneira mais sólida possível.

Por fim, vale destacar o suporte que as empresas por trás das franquias de marketing digital disponibilizam para seus clientes.

Apesar de trabalhar em casa, o franqueado não estará sozinho no caso de alguma eventualidade.

Depois de tudo isso, resta apenas chamar a atenção para o fato de que o mercado nessa área não é algo somente promissor.

Ele está mais aquecido do que nunca e a tendência é que os profissionais que atuam nessa área aumentem significativamente nos próximos anos.

Esperamos que esse artigo ajude você a entender como fazer marketing digital.

Gostou de saber um pouco mais sobre como fazer marketing digital, como fazer, as ferramentas, os canais e as vantagens?

Aproveite e deixe suas considerações em nossos comentários!

Se você precisar de ajuda para abrir o seu próprio negócio, para ter mais segurança, liberdade e crescer, ou simplesmente deseja para escolher a melhor franquia para investir, fique à vontade para falar conosco.

Quer saber mais sobre franquias? Veja nosso e-book gratuito!

A missão das Franquias de Sucesso Liguesite é qualificarmos os empreendedores das nossas franquias para que ofereçam as melhores soluções digitais do mercado, fazendo com que produtos, serviços e marcas sejam encontradas por quem as procura.

Somos conectados e conectamos pessoas, via internet.

Seja estratégico, conecte-se.

Liguesite

O blog Liguesite oferece conteúdo de marketing digital gratuito para empreendedores alcançarem resultados positivos em seus negócios com a internet. Nós queremos ajudar você e a sua empresa também!

Liguesite Matriz

ENDEREÇO

Rua Antonio Daniel Dalcuche Filho, 27
Curitiba
Paraná

 

ATENDIMENTO

(11) 4063-2828   |  (21) 4062-7834
(31) 4062-7934   |  (41) 4063-9808
(48) 4062-1878   |  (71) 4062-9878
(81) 4062-9802   |  (85) 4062-8442

[email protected]

© 2018 Liguesite. Todos os direitos reservados. Leia nossa Política de Privacidade.