Google muda o AdWords para Google Ads: como isso afeta seus anúncios?

Google Ads entenda as mudanças

Por Comunicação Liguesite. Postado em 16/10/2018. Última atualização em 16/10/2018.

Tempo estimado de leitura: 10 minutos.

Há quem estranhou a decisão do Google de dar um fim precoce à sua plataforma mais lucrativa, o AdWords. No entanto, a campeã em tecnologia já anunciou: o fim é, na verdade, apenas para a nomenclatura pela qual a ferramenta era conhecida até então. Em seu lugar, surge o Google Ads. Mas o que muda efetivamente?

A mudança é justificada pela tendência do mercado: Face Ads, Bing Ads e LinkedIn Ads já ganharam um espaço considerável entre os empreendedores interessados em aumentar seu alcance online.

Desde 24 de julho, a transformação já está em vigor, atualizando também a URL para ads.google.com.br (em português). Mas as modificações não param por aí! Conheça neste post tudo sobre o Google Ads!

CONTINUAR LENDO

Por que Google Ads?

Por que Google Ads

O Google relata, na apresentação da ferramenta Ads, que a mudança é ditada pelo novo comportamento do consumidor. Os clientes, nos últimos anos, pediram pela simplificação dos produtos.

Para atender ao gosto de um novo mercado, formado por uma clientela mais criteriosa, as transformações vieram em peso.

O Google AdWords se torna Google Ads; o DoubleClick é aglutinado ao Google Analytics 360 para formar o Google Marketing Platform. Por fim, o Google DoubleClick for Publishers e o Ad Exchange são fundidos no Ad Manager.

No campo digital, a mudança é a regra — e ninguém sabe melhor disso do que a maior empresa de busca em escala global. A Google busca sempre trabalhar as transformações a seu favor, descobrindo como evoluir, diariamente, a tecnologia que visa a conectar as marcas com seus consumidores.

O cliente, afogado na pluralidade das informações que circulam pela rede, requisita opções mais simples para trabalhar seu marketing digital. A nova ideia do Google busca, justamente, resumir o acesso aos recursos com uma interface amigável e intuitiva.

Essa mudança mostra que a desenvolvedora tem muito mais a oferecer, transpondo as opções da ferramenta anterior, AdWords.

Isso não quer dizer, de modo algum, que as palavras-chave estão perdendo importância! Elas serão sempre fundamentais para estratégias de divulgação na web. Mas o Google Ads mostra que elas podem cooperar muito mais com os planos de ação das marcas, utilizando outros princípios do SEO.

O que muda com o Google Ads?

O que muda com o Google Ads

Melhor comunicação com o Google Marketing Platform

O DoubleClick e o Analytics 360 Suite agora estão aglutinados na mesma plataforma: a Marketing Platform.

Essa junção viabiliza o planejamento, a mensuração, a compra e a otimização de mídia digital por meio de uma única plataforma. É possível, ainda, aproveitar novos recursos, que incluem o DoubleClick Bid Manager, o Studio, o Audience Center e o Campaign Manager.

A ideia do Google Ads, com essa unificação, é tornar ainda mais fácil a compra de mídia online por meio da desenvolvedora. Assim, o cliente que quer divulgar seu negócio na rede dispõe de novas opções para propagar sua marca e conquistar consumidores com conteúdo online.

Clareza nas ações

O Google Ads permite maior transparência e rigor nos padrões, além de anúncios bem dirigidos e mensurados.

O Google preza pela melhor experiência possível para os gestores em todas as ferramentas, permitindo mais aproveitamento e resultados sólidos. Para tanto, a nova versão da plataforma busca garantir uma experiência mais intuitiva, unificando os dados em uma única interface. A gestão ganha fluidez e assertividade.

Alguns gestores ainda têm dificuldade para lidar com as mudanças, mas o Google promete mais eficiência para quem utiliza a novidade.

Como aparecer no Google

Integração com o Ad Manager

O Double Click for Publishers e o Ad Exchange, fundidos, deram origem à Google Ad Manager. Resumindo essas funcionalidades em uma só interface, a empresa busca integração e agilidade, facilitando a experiência do usuário.

O nome DoubleClick também será substituído por Ad Manager, buscando facilitar a gestão com a automação das ferramentas e campanhas programáticas.

Tradução da marca

Quando o Google AdWords foi criado, no ano de 2000, os anúncios eram desenvolvidos com enfoque nos internautas que estavam buscando por termos específicos nos motores de pesquisa.

A palavra traduz a intenção: Ads vem de ad, palavra em inglês para anúncio; Words referenciava a “palavra”.

A plataforma, no entanto, evoluiu. Com isso, o “nome de batismo” do recurso se tornou obsoleto, já que agora os links patrocinados nas pesquisas se tornaram apenas uma pequena parte do universo de possibilidades do Google Ads. Com o tempo, outras estratégias de SEO passaram a fazer parte dos princípios da ferramenta.

A palavra Words se tornou uma limitação para as novas ambições da empresa, cerceando a expressão do alcance que o Google espera conseguir com a atualização da plataforma. O termo Ads, por outro lado, reflete a amplitude dessa nova fase.

Atendimento à expectativa do cliente moderno

As expectativas dos consumidores mudaram drasticamente com a popularização da internet residencial, iniciada há duas décadas. Para dar conta de suprir as novas necessidades do público, as tecnologias precisam se aperfeiçoar constantemente.

Novas ferramentas analíticas são demandadas pelo público. Palavras-chave, anúncios em banner, links patrocinados e divulgação em redes sociais são algumas tendências do mercado.

Melhoria do marketing online

Com a multiplicação desses recursos e também das demandas dos consumidores, se tornou mais complicado gerenciar as campanhas de marketing online.

O processo de escolha da melhor ferramenta para uma empresa, focando em seus objetivos e cultura organizacional, não é simples. Portanto, buscar informações para ficar sempre por dentro de todas as funcionalidades é essencial.

Resumidamente, a adaptação da ferramenta em questão e a integração de seus recursos otimizam sua utilidade. O Google se reorganizou, então, em três blocos. Com a divisão, a empresa acredita que será mais fácil identificar qual a solução ideal para cada cliente.

Com as soluções mais adequadas, o negócio consegue alcançar os melhores resultados em seus anúncios virtuais. O primeiro grande bloco é o Google Ads, seguido do Google Marketing Platform e pelo Ad Manager.

Você viu que o Google AdWords havia sido criado a partir de um conceito simples: a oportunidade de usar anúncios para entregar ao público informações valiosas no momento certo. Agora, com o Google Ads, a motivação não é diferente! Ainda se almeja comunicar-se efetivamente com os internautas e elevar o potencial de alcance das marcas, mas agora há novas ferramentas para cooperar com os planos de ação.

E você, já utiliza estratégias de marketing digital na sua empresa? Quais mudanças trazidas pelo Google Ads você considera as mais relevantes? Conte para nós nos comentários!

Se você precisar de ajuda para implementar uma estrutura de marketing digital, criação de sites, lojas virtuais, blogs, portais ou Google ADS, ou simplesmente se desejar fazer o seu negócio crescer, estamos à disposição para ajudar você, deixe seu contato que um consultor entrará em contato com você!

A missão das Franquias de Sucesso é juntos conectar pessoas ao seu negócio por meio da internet!

Somos conectados e conectamos pessoas, via internet.

Seja estratégico, conecte-se.

Liguesite

O blog Liguesite oferece conteúdo de marketing digital gratuito para empreendedores alcançarem resultados positivos em seus negócios com a internet. Nós queremos ajudar você e a sua empresa também!

Liguesite Matriz

ENDEREÇO

Rua Antonio Daniel Dalcuche Filho, 27
Curitiba
Paraná

 

ATENDIMENTO

(11) 4063-2828   |  (21) 4062-7834
(31) 4062-7934   |  (41) 4063-9808
(48) 4062-1878   |  (71) 4062-9878
(81) 4062-9802   |  (85) 4062-8442

[email protected]

© 2018 Liguesite. Todos os direitos reservados. Leia nossa Política de Privacidade.