Palavras-chave

: o guia para planejar e usar estrategicamente
Palavras-chave

Por Artigo de Wallace Castro. Postado em 13/08/2018. Última atualização em 13/08/2018.

Tempo estimado de leitura: 31 minutos.

O SEO (Search Engine Optimization), popularmente conhecido como "otimização de sites", é uma ferramenta indispensável para alavancar o tráfego de qualquer página online. Dentro dessa estratégia de marketing digital, as palavras-chave ocupam um papel crucial para atrair os visitantes para a sua plataforma e aumentar as chances de converter vendas do seu produto e/ou serviço.

Desse modo, o uso da palavra-chave correta, em um determinado contexto, funciona como um gatilho para despertar o interesse do seu público-alvo. Por isso, podemos dizer que ela é uma espécie de bússola para o desenvolvimento das suas campanhas de SEO, já que é capaz de orientar o caminho certo a ser seguido em cada projeto.

Quer impulsionar os acessos do seu site ou blog? Confira, abaixo, o guia que nós preparamos para que você saiba tudo sobre palavras-chave! Boa leitura!

CONTINUAR LENDO

O que é palavra-chave?

Para compreendermos o termo "palavra-chave", precisamos entender, primeiramente, o que é marketing de conteúdo — que é definido como um conjunto de estratégias elaboradas dentro do marketing digital. O principal objetivo dos métodos adotados consiste em estimular o engajamento do público-alvo e o crescimento da rede de clientes e potenciais consumidores do produto e/ou serviço que é oferecido pela empresa.

O foco das estratégias está centralizado na produção de um material relevante, que seja capaz de gerar valor para o consumidor. Nesse contexto, todo o conteúdo produzido deve estar embasado em palavras-chave (keywords) relacionadas às buscas que são feitas pelo seu público na internet. Assim, elas são definidas como sendo o principal instrumento para se realizar uma pesquisa.

Geralmente, esses termos são formados por uma ou mais palavras, que são a maneira como o internauta escreve a sua dúvida nos motores de busca, com a finalidade de obter respostas adequadas para solucionar um problema.

Leve em consideração que os usuários são sempre descritivos e diretos. Um site que fala de economia, por exemplo, vai ser descrito pela palavra-chave "economia", obrigatoriamente. Os conteúdos mais específicos, consequentemente, terão palavras-chave mais específicas — como "resultados da bolsa de valores do Brasil".

Além do mais, tenha em mente que toda busca é proveniente de uma palavra, que é utilizada para trazer à tona o problema pesquisado pelo buscador. Na área do marketing, as palavras-chave são entendidas como sendo os termos selecionados para estabelecer um direcionamento ao criar páginas, sites e blogposts.

Dessa forma, quando você define uma palavra-chave para uma página, está transmitindo para o Google, por exemplo, a mensagem de que o seu conteúdo foi preparado para contemplar uma dúvida associada a um assunto específico. Se você fizer a escolha da maneira correta, o seu post será exibido com exatidão para o usuário que buscou por aquele termo.

Por que ela é tão importante para a empresa?

As palavras-chave são de suma importância para qualquer negócio que tenha a pretensão de atuar no ambiente virtual — uma vez que, quando elas são bem aplicadas, conseguem abrir portas para que o seu conteúdo seja notado no mundo da internet.

Veja como a empresa que entendeu isso aumentou 1500% do seu faturamento

Para a sua empresa, esses termos podem significar a diferença entre ser acessado, lido, curtido e compartilhado com os demais usuários, e sequer ser aberto por desconhecimento completo do público-alvo. Diante disso, as palavras-chave são fundamentais para uma boa estratégia de SEO, que visa garantir a eficiência do marketing de conteúdo.

A construção de um plano de investimentos de sucesso pressupõe como objetivos principais: aumentar o número de leads — pessoas que visitam a página e se cadastram para receber mais informações —, de clientes e, por consequência, as vendas e os lucros do negócio.

Na esfera online, o seu conteúdo vai se deparar com uma enorme competição, que supera até mesmo a sua área de atuação — independentemente do seu nível de concorrência. A partir dos mecanismos de busca, as fronteiras se tornam menores e os resultados de cada pesquisa trazem milhares de possibilidades, que estão ao alcance de um clique para os usuários.

Isso quer dizer que determinar diversas palavras-chave e inseri-las no meio dos seus posts não é o suficiente. Pelo contrário: é necessário que esse planejamento seja mais cauteloso e estratégico, a fim de que a sua atividade se destaque em meio a tantos concorrentes.

Como definir objetivos para as palavras-chave

Comece se questionando o motivo pelo qual precisa usar palavras-chave. A sua resposta deve ser rápida e objetiva: "porque tenho que auxiliar o meu público a me encontrar com mais facilidade na internet".

Mas a sua resposta não deve se limitar a isso, tendo em vista que você dispõe de um funil de conversão com etapas definidas, o que revela que há diferentes categorias de público com diversos tipos de problemas.

Aqueles que estão iniciando a jornada de compra ainda carecem de informações básicas sobre o universo em que seu produto e/ou serviço está inserido. Enquanto que, quem se encontra no meio do funil, possivelmente, está pesquisando diversas marcas para elencar os benefícios de cada uma. Já as pessoas que estão no fundo, quase decidindo a compra, precisam sentir-se seguras de que estão tomando a decisão certa, ao optar pela sua empresa para fazer negócio.

Saiba que cada um desses grupos têm palavras-chave específicas para digitar no motor de busca. Levando isso em consideração, o seu empreendimento precisa identificá-las para que, quando os conteúdos forem produzidos, esse recurso seja utilizado de forma apropriada.

Essa preocupação é fundamental para auxiliar a captação de clientes, porque é por meio da palavra-chave que será feito o primeiro contato entre a sua marca e seu público. Aliás, é por meio dela que o visitante vai decidir se continua navegando em seu site ou se vai fechar a página e acessar a concorrência.

Com base nisso, cada keyword deve ser pensada como uma pergunta que precisa ser esclarecida e, portanto, deve ter objetivos bem definidos. Assim, a missão do conteúdo produzido pela sua empresa consiste em oferecer essas respostas, a fim de que os internautas do seu nicho sejam seduzidos pela sua capacidade de solucionar os questionamentos e, a partir disso, construam uma relação de confiança com a sua empresa.

Isto é: as palavras-chave ajudam a informar e a transformar os visitantes em potenciais clientes.

Quais são os benefícios que ela gera no SEO?

As palavras-chave são elementos cruciais para que as estratégias de marketing de conteúdo e de SEO sejam bem-sucedidas. Muitos produtores de conteúdo até conseguem selecionar os termos de busca corretos para o seu nicho (e que estejam de acordo com seus objetivos, claro). Porém, mesmo assim, não conseguem conquistar uma posição privilegiada no ranking.

Provavelmente, esse problema acontece porque esses produtores não estão usando as palavras-chave do modo certo e nos lugares corretos. Pensando nisso, ao escolher as palavras-chave que serão utilizadas é necessário planejar muito bem as estratégias, tendo seus objetivos em mente.

O uso coerente das palavras-chave ajuda a potencializar o SEO, fazendo com que ele ganhe força na internet, tendo mais chances de mostrar os posts otimizados nas buscas dos usuários — gerando cliques, aumentando o tráfego de visitantes e elevando as possibilidades de conversão de vendas.

Para tal, as palavras-chave devem ser trabalhadas da seguinte forma:

Title tag ou SEO Title

Não é somente o título do seu site ou blog que precisa ter a palavra-chave previamente definida. Diferentemente do título que está na página, o SEO title é o nome que será evidenciado quando o seu conteúdo aparecer nas buscas feitas pelo Google e quando for compartilhado nas redes sociais. Portanto, a palavra-chave também precisa estar presente nesse ponto.

URL

URL amigável

Mais do que sempre considerar a experiência do internauta e criar URLs que sejam amigáveis, também é necessário que a otimização dos conteúdos comece pelo próprio endereço do site. O ideal é que ele seja simples, auto-explicativo e conte com a inserção da palavra-chave.

Meta Description

meta description é a descrição mostrada pelo Google nos links que são resultado de uma pesquisa. Ou seja, é o breve resumo que aparece embaixo do título em azul. 

Apesar de ser curto e objetivo, esse pequeno texto tem que ser estimulante para que as pessoas decidam visitar a página. Sendo assim, incluir a palavra-chave nesse trecho é essencial para que o conteúdo seja considerado relevante.

Call to action

call to action (ou "chamada à ação") é um elemento indispensável para incentivar os usuários a se conectarem com os seus canais e propostas, com o objetivo de que eles ajam de uma determinada maneira. Aqui, a palavra-chave pode ser usada para linkar o artigo a outro post, por exemplo, a fim de que o visitante permaneça navegando dentro do seu site ou blog.

Header tag

As palavras-chave podem (e devem) ser aplicadas nos títulos internos dos posts. Dependendo do formato da sua plataforma, normalmente o header tag é o mesmo que o H1 (ou "Título 1"). Entenda que o Title tag tem a finalidade de fazer o internauta sair da página de busca e entrar no seu site; já o header tag tem o objetivo de assegurar que o usuário continue lendo a sua publicação.

button_article_css]

Entenda mais com nosso Curso de SEO

Quais são os tipos de palavras-chave existentes?

Head tail ou Long tail?

Há duas categorias principais de palavras-chave, que se distinguem de acordo com o propósito do conteúdo, são elas:

Head tail keywords

Também chamadas de palavras-chave "semente" ou "cabeça", as head tail keywords são compostas por uma ou duas palavras. Normalmente, esses termos são responsáveis por definir o core business do seu negócio — ou seja, o seu ponto forte de atuação.

É partir das head tail keywords que tanto você quanto o seu público-alvo deverão resumir o seu negócio e o tipo de produto e/ou serviço prestado. Isso porque elas são capazes de representar todo o segmento da empresa, além de poderem ser desmembradas em diversos conteúdos.

Como são muito genéricas, essas palavras têm volumes de busca muito altos. Em um primeiro momento, você até pode acreditar que elas devem ser as mais aplicadas no blog para fazer a prospecção de clientes com maior eficácia. Mas não é bem assim!

Considere a quantidade de pessoas e empresas que, assim como você, almejam ter uma boa posição no ranking para essas palavras. Pois bem! A partir desse contexto, é possível afirmar que há uma grande concorrência em volta desse tipo de palavra-chave — e, por essa razão, ela não é interessante à primeira vista (devido à sua amplitude).

Assim, para que seja possível ranquear bem para as head tail keywords, é necessário fazer um trabalho intenso e bastante estratégico, que aplique as métricas de marketing digital e que conte com uma boa pesquisa de palavras-chave.

Long tail keywords

Long tail ou "cauda longa" é um termo designado por Chris Anderson, físico e escritor norte-americano, para referir-se à forma pela qual a quantidade de busca/compras de objetos específicos pode ser bem maior que a quantidade de pesquisas realizadas por itens famosos e genéricos. Em suma, esse tipo de palavra-chave é mais específico, contendo de duas a mais palavras.

Analisando os dois tipos de palavras-chave, podemos fazer o seguinte comparativo:

  • as palavras-chave head tail poderiam ser: "conteúdo", "marketing de conteúdo", "blog", ''blog corporativo'', por exemplo;
  • enquanto as palavras-chave long tail seriam: "como fazer marketing de conteúdo para empresas", "conteúdo para blog corporativo", "como produzir conteúdo para blog corporativo".

Como definir as palavras-chave corretas? 

Para definir as palavras-chave mais adequadas para um conteúdo, é preciso ter amplo conhecimento a respeito do seu público. Quando se trata de marketing digital, a maneira mais efetiva para essa seleção é a partir da criação de uma persona.

Em primeiro lugar, vamos esclarecer que persona é um perfil semi-fictício, que auxilia o seu empreendimento a entender melhor quem são os seus consumidores e as suas respectivas necessidades. Com essa definição em mãos, você terá condições de elaborar conteúdos mais valiosos e úteis para atender às carências dos seus leitores.

Ademais, vale ressaltar a importância de considerar o funil de vendas — haja vista que, identificando o estágio no qual o usuário está, fica mais fácil compreender o formato de conteúdo e o assunto que deve ser abordado para ajudá-lo a progredir na sua estratégia.

Depois que todas essas etapas forem realizadas, o próximo passo consiste em definir as palavras-chave que são relevantes e, assim, iniciar a produção dos conteúdos. Para ajudar nesse processo, podemos contar com várias ferramentas eficazes que facilitam a pesquisa dos termos certos, conforme veremos mais adiante.

Onde usar as palavras-chave?

Além dos locais estratégicos dentro da estratégia de SEO, como já citamos neste post, as palavras-chave também devem ser usadas em outros espaços, como:

Anúncios pagos

Um dos fatores relevantes quando o assunto é anúncio pago é o valor investido para o uso de cada palavra-chave. Esse preço varia de acordo com o número de buscas para o termo em questão, juntamente do interesse das pessoas e das empresas em anunciar a partir dele.

Após configurar a sua conta no Google ADS (também conhecido como AdWords), você pode selecionar o tipo de pagamento que será feito na campanha: por clique (CPC), por impressão (CPM) ou por conversão/aquisição (CPA). O valor de cada palavra-chave determina o preço máximo que pode ser pago pelo anúncio. Caso ele seja clicado muitas vezes — de modo que ultrapasse o valor estipulado para 24 horas —, o anúncio não será exibido até o próximo dia.

Nesse contexto, em uma estratégia de anúncios pagos inicial, é recomendável selecionar palavras-chave de baixa concorrência e que sejam mais baratas para as pessoas que as pesquisem, independentemente do orçamento previsto.

Por outro lado, se você está trabalhando com uma estratégia de Google ADS mais aprofundada, é mais interessante montar grupos de anúncios com termos variados, visando a abranger a maioria das pesquisas da persona — o que exige um orçamento maior para obter sucesso.

Se você for utilizar o Google ADS é importante que utilize as palavras-chave negativas, veja o vídeo:

Redes sociais

As redes sociais são ótimos recursos para definir as palavras-chave que serão empregadas e para divulgar os conteúdos publicados.

Uma dica é encontrar o seu público nas mídias sociais mais relevantes para a sua empresa e identificar as formas pelas quais ele se comunica. Assim, é possível trabalhar para esclarecer as dúvidas reconhecidas nesse campo, transformando-as em oportunidades de produção de conteúdo para o seu blog.

Uma estratégia que se popularizou na internet é o uso das hashtags — já que é uma maneira de indexar legendas, imagens e demais conteúdos no Google. Além do mais, ela é capaz de reunir todas as postagens que usam o mesmo termo em uma única busca.

Contudo, as hashtags utilizadas devem condizer com o conteúdo publicado, pois se não houver essa relação, o público pode interpretar que você quer apenas visualização e acabar se afastando do seu post.

Fale com um especialista em SEO

Quais ferramentas utilizar para descobri-las? 

No início da pesquisa de palavras-chave, inúmeras hipóteses são consideradas tomando como base a persona, o modelo do negócio e o segmento da organização. Feito isso, é preciso validar esses termos e descobrir outras novas possibilidades, a partir das ferramentas de pesquisa especializadas em SEO.

A mais utilizada é a Keyword Planner, do Google ADS, que permite verificar sugestões de palavras-chave e conferir o volume de busca de cada uma delas. Essa ferramenta favorece a análise do conteúdo do blog e indica quais tópicos estão mais bem conectados com o seu empreendimento.

O Google Trends é outra ferramenta ideal para explorar mais alternativas de palavras-chave, pois constata tendências de busca e analisa o comportamento dos usuários, servindo de inspiração para lançar conteúdos. Para encontrar variações do mesmo termo, use o Keyword Tool — assim, você consegue reforçar a sua ideia ao longo do post e ter um alcance maior.

Outro recurso que vale a pena conhecer é o SEMrush, que é pago, mas muito completo. Uma das suas vantagens é ter a possibilidade de avaliar como os concorrentes estão trabalhando as keywords aplicadas nos conteúdos que são produzidos por eles.

Faça uso do planejador de palavras-chave para marcar qualquer termo da sua lista que apresente um volume muito pequeno ou muito grande de pesquisas, e que não resultam em uma combinação saudável para a sua estratégia.

Mas, antes de fazer a exclusão, estude o histórico de tendências e de projeções que são disponibilizadas pelo Google Trends. Dessa forma, é possível concluir se vale a pena apostar em ternos menos procurados agora para colher bons resultados mais tarde, por exemplo.

Como otimizar o desempenho com a palavra-chave?

Chegar até as melhores palavras para produzir o seu conteúdo, requer um trabalho meticuloso. A pesquisa pelas opções que podem ter um bom desempenho e trazer os resultados esperados parece eterna, já que sempre é necessário identificar outras alternativas, analisar e selecionar os termos mais eficazes.

Esse processo é chamado de otimização de palavras-chave e está incluso no trabalho de SEO. Para aperfeiçoá-lo, você deve levar em conta três quesitos primordiais sobre essas palavras: popularidade, relevância e intenção.

No que diz respeito à popularidade de uma palavra-chave, esteja ciente de quais são os tipos de termos existentes e os seus respectivos objetivos. Além, é claro, de descobrir quais são as mais aplicadas — já que, por consequência, serão as mais concorridas. Por isso, aprofunde-se na busca por aquelas que são mais competitivas, que não são tão populares, mas que têm chances de gerar ótimos resultados.

Sobre a relevância: lembre-se de utilizar palavras-chave que façam sentido para o tipo de serviço que você estará oferecendo, certo?

Por último, mas não menos importante, descubra qual é a intenção da keyword — que pode ser:

  • informacional — tem a finalidade de solucionar problemas, curiosidades e dúvidas dos internautas;
  • navegacional — quando o usuário busca o nome do site ou blog no motor de busca, para não ter o trabalho de digitar a URL;
  • transacional — refere-se, especificamente, à compras.

Quer saber mais como aparecer no Google?

É possível converter leads no funil com essa estratégia?

Se bem trabalhada, a estratégia de palavras-chave tem chances reais de converter leads no funil, tendo em vista que ela atrai a audiência por meio de um conteúdo relevante e o usa para alcançar as metas do marketing. Assim sendo, trata-se de um método indispensável para construir uma imagem positiva, ganhar autoridade e se posicionar como referência no mercado.

Além do mais, de nada adianta produzir textos maravilhosos se eles não forem encontrados pelo seu público-alvo! Nesse cenário, as palavras-chave são essenciais para trazer os usuários até a sua página para que se informem, conheçam o seu produto e/ou serviço e queiram fechar negócio.

Também é possível adotar a produção de guest post — estratégia que consiste em publicar uma postagem de autoria sua em páginas de terceiros, com o objetivo de difundir o seu negócio e atrair outros públicos para a sua plataforma.

Como você pôde perceber, as palavras-chave são elementos fundamentais para impulsionar o seu marketing de conteúdo. Para seguir conquistando bons resultados, você deve rever os termos que foram apresentados periodicamente, dando a devida atenção para as tendências relacionadas ao seu segmento.

Nesse contexto, ter a possibilidade de contar com o auxílio de uma agência de marketing digital — onde esse processo é realizado por profissionais especializados — pode fazer toda a diferença para que a sua estratégia seja eficiente e condizente com as suas metas.

Quer melhorar o seu desempenho online e acertar quanto ao uso das palavras-chave corretas? Então, entre em contato com a Liguesite e descubra como podemos ajudar você!

Se você gostou do nosso artigo sobre arquitetura da informação e quer ficar por dentro do mundo digital, siga nossos trabalhos nas redes sociais, estamos no Facebook, no LinkedIn, no Google+ ou no YouTube!

Se você precisar de ajuda para implementar uma estrutura de marketing digital que realmente traz resultados ao seus negócios, ou simplesmente se desejar fazer o seu negócio crescer, fique à vontade para falar conosco.

A missão das Franquias de Sucesso é juntos conectar pessoas ao seu negócio por meio da internet!

Seja estratégico, conecte-se.

Aficionado por empreendedorismo, graduado em Tecnologia, Marketing e Economia, já geriu áreas comerciais de diversas empresas de tecnologia, participa como voluntário do ITFB e ICM, atualmente é o Diretor Comercial e Marketing da rede de Franquias Liguesite.

Liguesite

O blog Liguesite oferece conteúdo de marketing digital gratuito para empreendedores alcançarem resultados positivos em seus negócios com a internet. Nós queremos ajudar você e a sua empresa também!

Liguesite Matriz

ENDEREÇO

Rua Antonio Daniel Dalcuche Filho, 27
Curitiba
Paraná

 

ATENDIMENTO

(11) 4063-2828   |  (21) 4062-7834
(31) 4062-7934   |  (41) 4063-9808
(48) 4062-1878   |  (71) 4062-9878
(81) 4062-9802   |  (85) 4062-8442

[email protected]

© 2018 Liguesite. Todos os direitos reservados. Leia nossa Política de Privacidade.