O guia completo de

redes sociais

para negócios: deixe sua marca poderosa
redes sociais

Por Artigo de Wallace Castro. Postado em 29/08/2017. Última atualização em 11/04/2018.

Tempo estimado de leitura: 28 minutos.

Em toda a América Latina, o brasileiro é quem mais utiliza as redes sociais.

A grande presença desse público faz com que as redes sejam canais novos e promissores para fortalecer a sua marca on-line.

Se bem utilizadas, elas podem garantir que o seu empreendimento assuma uma imagem próxima, diferenciada e altamente relevante para os interesses dos clientes.

Como resultado, não apenas as vendas aumentam, mas também há maior fidelização e reconhecimento da empresa.

Quer descobrir como conquistar esses resultados?

Então continue lendo este texto e veja, neste guia, um passo a passo para deixar a sua marca ainda mais poderosa!

CONTINUAR LENDO

Conheça os seus seguidores

Assim como em qualquer ação de marketing, é fundamental conhecer o seu público antes de colocar a mão na massa.

Somente assim é possível conquistar o máximo de engajamento e resultados — e com as redes sociais não é diferente.

seguidores nas redes sociais

O 1º passo para construir uma marca com presença poderosa nas redes é conhecer muito quem são os seus seguidores.

Para ter sucesso na tarefa, os seguintes passos são de grande ajuda:

Entenda o perfil dos seus consumidores

Na média, procure compreender quem são os consumidores do seu produto.

Entenda, por exemplo, qual é a faixa etária e a profissão que eles possuem.

Essas questões servem para dar personalidade ao seu público e ajudam a definir corretamente como deve ser a sua atuação nas redes sociais.

Imagine, por exemplo, que o seu comércio é voltado para um público jovem.

Nesse caso, a atuação on-line precisará ser dinâmica e atual, de modo a abraçar o perfil desses consumidores.

Já se a ideia é atingir um público sóbrio e que busca muita segurança na compra, a comunicação nesse espaço precisará seguir tal característica.

Conheça quais são os seus principais hábitos

Além de entender questões práticas, é importante saber o que os seus consumidores fazem sempre.

Entender os hábitos é uma das formas de saber como se portar nas redes sociais.

Caso a intenção seja se comunicar com quem usa as redes sociais para determinadas ações, como para comprar ou pesquisar a opinião de outros usuários, a sua estratégia deve estar pronta para capturar a atenção dessas pessoas.

É somente ao entender como o seu público usa esses espaços que você poderá falar diretamente com ele.

Procure quais são os seus interesses

Ao mesmo tempo, o conteúdo das suas publicações deve ser voltado para os interesses de quem acompanhará o perfil.

Sendo assim, é fundamental reconhecer o que engaja melhor as pessoas que seu negócio pretende atingir.

Procure entender, por exemplo, quais são os assuntos que geram maior mobilização de pessoas e quais são as principais dúvidas de quem entra em contato com a marca.

A ideia é oferecer um conteúdo útil, relevante e altamente interessante, permitindo que haja um excelente relacionamento com o público.

Crie uma persona

A persona é uma representação da pessoa que consumirá o seu conteúdo.

Especificamente falando da buyer persona, trata-se de um “personagem”, mas que se baseia em dados reais.

Na hora de elaborar a que será usada nas suas redes, considere dados como idade, profissão e alguns interesses.

Graças a essa elaboração, o planejamento de atuação fica muito preciso e os esforços, certeiros.

Para não errar, veja o que fazer nesse momento:

Identifique padrões de comportamento

Apesar de cada pessoa do seu público possuir características únicas, condense os pontos importantes para ter um direcionamento.

Então, procure indícios que apontem padrões de comportamento.

Analise, por exemplo, qual é o período do dia em que as pessoas do seu interesse mais usam as redes sociais.

Enquanto restaurantes precisam aproveitar o horário das refeições, lojas em shoppings podem se beneficiar das tardes dos fins de semana.

Avalie, ainda, questões como os produtos consumidos e padrões de consumo. Ao compilar tudo isso, crie a representação adequada.

Avalie as dúvidas e os problemas

É fundamental que a sua presença nas redes sociais sirva, também, para ajudar a persona, além de entretê-la e engajá-la.

Portanto, é necessário compreender quais são as principais dúvidas, problemas e expectativas do seu público.

Uma loja voltada para itens infantis, por exemplo, provavelmente têm mães que não sabem como cuidar corretamente do 1º filho.

Já uma loja de alimentação saudável atinge pessoas que desejam mudar os seus hábitos.

Sendo assim, veja quais são os pontos críticos para chamar a atenção da persona, de modo a direcionar a sua atuação.

Estabeleça a linguagem adequada

Não menos importante, fale de um jeito que ressoe na sua persona.

Falar a coisa certa, mas do jeito errado atrapalha e até impede a comunicação efetiva.

Por isso, pense como abordar o seu público.

No caso de uma persona bem jovem, por exemplo, é necessário usar uma linguagem leve e despretensiosa.

Já se o tema é sério, a confiança deve estar acima de tudo.

Esse deve ser um elemento padronizado, pois é o que garantirá total consistência de comunicação nesse espaço.

Saiba ainda mais sobre como criar sua persona, e aproveite para entender sobre o Funil de Vendas com AIDA.

Defina o tipo de conteúdo

Agora que já conhece os seus seguidores e que definiu uma persona, é hora de estabelecer o que será compartilhado nas redes.

Esse planejamento é indispensável porque, afinal, a intenção é atrair possíveis oportunidades e gerar grande engajamento.

conteudo para redes sociais

Em vez de deixar para decidir na hora de publicar, prefira montar um plano de ação, pois ele oferece chances muito menores de erros.

Sendo assim, os elementos que devem ser considerados incluem:

Busque sempre a relevância

Antes de fazer ou mesmo de planejar qualquer publicação, responda 2 perguntas:

  • isso é realmente relevante para o meu público?
  • é uma peça que pode ajudar ou atrair as pessoas?

Se a resposta for “não” para alguma das perguntas, então é preciso repensar até encontrar a opção certa.

Como o seu público é bombardeado por informações, somente as relevantes receberão atenção.

Foque, portanto, nas dúvidas e nos interesses da persona e mantenha-a sempre em mente na hora de produzir qualquer peça.

Diversifique os tipos de mídia

Por melhores que sejam as suas ideias para abastecer as redes, é preciso diversificar no tipo de mídia escolhida.

Quando utiliza apenas um recurso, perde a chance de abraçar um público maior e que consome de maneira diferente.

Por isso, não se apegue apenas a textos ou imagens.

Aposte em fotos bonitas, infográficos, vídeos, links e todo elemento que ajude a facilitar a transmissão de informação.

Conteúdos informativos, interativos, curiosidades e questionamentos também são bem-vindos.

A diversificação torna tudo dinâmico e amplia o interesse das pessoas, que ficarão sempre à espera do que vem em seguida.

Utilize as melhores funcionalidades

Para garantir essa diversificação, inclusive, explore as melhores funcionalidades de cada rede.

No Facebook, por exemplo, dá para postar vídeos, imagens, GIFs e textos, além de fazer transmissões ao vivo.

Quanto mais funcionalidades você utilizar, melhores são as chances de captar a atenção das pessoas e de verificar o que é melhor para o público.

Redes sociais mais usadas

Essa é uma pergunta que sempre aparece, mas, para o seu negócio não basta saber quais redes sociais mais usadas, mas a pergunta deveria ser: Em quais redes sociais o seu cliente está?

tipos de redes sociais

Quando se fala em uso de redes sociais para negócios, vários empreendimentos cometem um erro fatal: o de querer marcar presença em todas.

Se o seu estabelecimento abre uma conta em cada uma que está disponível, não apenas há um aumento de custos como ocorre um desperdício de ótimas oportunidades.

Isso porque, em vez de estar onde o cliente está, a sua gestão perde tempo com opções pouco produtivas e nada vantajosas.

Para contornar isso, o melhor é seguir as recomendações:

Descubra o local preferido dos seus clientes

Dependendo do tipo de público, é comum que as pessoas marquem maior presença em certas redes.

Há aquelas muito dinâmicas — como o Twitter ou Snapchat — e as visuais — como Instagram ou Pinterest.

O LinkedIn é a principal opção para profissionais, enquanto o YouTube é a maior rede de vídeos.

Embora cada público tenha as suas preferências, é praticamente impossível errar quando se escolhe a maior do mundo: o bom e velho Facebook.

Com 2 bilhões de usuários no mundo (sendo 102 milhões de brasileiros), há grandes chances de o seu cliente estar lá.

Ao criar uma fanpage no Facebook, portanto, o seu negócio provavelmente estará onde a persona também está.

Entenda o propósito de cada rede

Como visto, cada rede tem uma função principal.

O Twitter, por exemplo, é muito utilizado para notícias e publicações efêmeras, que se perdem rapidamente.

Já o Instagram é extremamente visual e sequer oferece a possibilidade de usar apenas textos.

Enquanto isso, o Facebook é uma opção utilizada para entretenimento, informação e consumo, principalmente porque conta com várias funcionalidades.

Compreender o propósito de cada uma das diversas redes sociais existentes, é fundamental para usá-la de uma forma totalmente adequada, explorando ao máximo o seu potencial.

Priorize as opções mais importantes

Como é esperado que o seu público esteja em mais de uma das muitas redes sociais existentes, é preciso direcionar os seus esforços.

Sendo assim, dê prioridade para as redes sociais que são acessadas com maior frequência pela persona.

Novamente, o Facebook aparece disparado na frente, já que é a opção mais acessada.

Com isso, se está começando agora e/ou ainda não quer investir muito, essa deve ser a sua prioridade.

Conforme for consolidando a presença nas redes sociais, é possível expandir a atuação e atingir outras parcelas do público que estão em pontos distintos.

Faça um calendário editorial

Rede social é coisa séria e, até agora, o seu planejamento está sendo feito da forma certa.

Porém, é preciso que as publicações saiam nos momentos certos e que haja uma frente mínima para realizar as postagens.

Tudo isso evita que o processo aconteça de maneira imprevista, surgindo o calendário editorial como solução principal.

Por meio dele, você define o que será publicado e em que momento isso acontecerá.

Para elaborá-lo, use os seguintes passos:

Acerte na quantidade de publicações

Um dos elementos determinantes para o calendário de publicação é a quantidade de postagens a ser feita dentro de um período de tempo.

Se postar de menos, é fácil ficar perdido no feed da sua persona.

Postar demais, entretanto, pode levar a vários dislikes na sua fanpage.

O ideal, portanto, é fazer testes e identificar quando os resultados são ótimos.

Mantenha um intervalo mínimo entre as publicações para alcançar o máximo de pessoas e veja qual é a quantidade com melhor desempenho.

Abra espaço para assuntos recentes

Ao mesmo tempo, o calendário editorial não pode ser uma ferramenta engessada, que determina, sem flexibilidade, o que será compartilhado.

Um acontecimento recente, por exemplo, pode ser uma ótima oportunidade para produzir um conteúdo com contexto e chance de ser viral.

Da mesma forma, certas notícias podem tornar um elemento inoportuno para o momento.

Por isso, monte o calendário, mas sempre esteja de olho no que acontece ao redor com o seu público, de modo a fazer publicações que têm sentido com a realidade.

Mantenha a consistência

Não adianta planejar dezenas de publicações em uma semana e, depois, passar meses sem aparecer na página.

Se isso acontecer, você perderá boa parte da audiência que estava sendo conquistada, além de dar uma ideia de pouco profissionalismo para a marca.

Com isso, o seu calendário deve ser extremamente consistente, tendo uma regularidade de publicações.

Em muitos casos, nem mesmo os feriados ou fins de semana devem ser deixados de fora, de modo a manter sempre o fluxo de informações e de pessoas.

Priorize a interação

A parte “social” do nome das redes não é à toa.

Esses locais são focados, acima de tudo, no contato e no fortalecimento de relacionamentos.

Por isso, a atuação da sua marca deve ser focada nesse elemento.

É fundamental não agir usando esses canais apenas como megafones de ofertas ou para tratar dos seus produtos.

Em vez disso, invista em se aproximar do seu público, pois esse é um dos elementos que poderão motivar as compras.

Já que a ideia é focar na interação, veja algumas práticas relevantes:

Estimule o engajamento e a participação

A comunicação nesses espaços precisa ser de mão dupla. Ou seja, a sua empresa precisa falar e ouvir, trocando informações e compartilhando experiências.

Para tanto, procure estimular o engajamento e a participação.

O melhor é que não é preciso fazer esforços grandes nesse sentido.

Realizar enquetes quanto a preferências, fazer perguntas ou mesmo pedir a participação das pessoas já dá conta do recado.

Para melhorar a interação, dá para usar recursos de maneiras diferenciadas.

No Facebook, por exemplo, as diferentes reações podem ser usadas como formas de votar e interagir de um jeito novo.

Responda comentários e mensagens

Porém, só é uma interação de verdade se os clientes são ouvidos e respondidos.

Deixá-los falando sozinhos, portanto, está longe de ser o melhor caminho.

Fique de olho nos comentários que surgirem nas publicações recentes, como dúvidas ou elogios.

Também dê atenção para as avaliações nas páginas, especialmente as negativas, e não deixe nenhuma mensagem sem resposta, mesmo sendo simples.

Isso cria e fortalece o vínculo com a persona, além de demonstrar grande profissionalismo na atuação.

Faça um monitoramento de redes sociais

Porém, nem tudo o que é dito sobre a sua empresa está nos comentários ou nas mensagens.

As pessoas podem usar hashtags ou fazer publicações sobre a sua marca e se manter atento a tudo isso é relevante. Portanto, faça um monitoramento das redes sociais e veja o que as pessoas estão dizendo.

Valorize comentários positivos, surpreendendo usuários com a interação.

Já reclamações e referências negativas precisam ser tratadas com muita cordialidade, de modo a desfazer qualquer impressão insatisfatória.

Ao final, essa ação poderá atrair um número crescente de pessoas para as suas redes e, eventualmente, para o seu negócio.

Use as publicações patrocinadas

Você não precisa e não deve ficar dependente apenas do alcance orgânico, ou seja, daquele que acontece “naturalmente”.

Especialmente quando ainda está começando, os resultados obtidos dessa forma tendem a não ser tão satisfatórios.

As publicações patrocinadas, por sua vez, são criadas para ajudar.

Com elas, dá para aumentar o alcance da sua página, divulgar um conteúdo especial ou manter o interesse sempre em alta.

Para que o uso ofereça os melhores resultados, algumas dicas são:

Destine um orçamento para o impulsionamento

Tudo começa com a definição de quanto você pode e pretende gastar com esse processo.

Isso depende do tamanho do público que deseja atingir e do tempo em que a campanha permanecerá no ar.

Com isso, se o seu orçamento for modesto, basta dar preferência para um impulsionamento com tempo curto e público mediano.

Já se quiser montar uma estratégia completa e a longo prazo, destine uma fatia maior dos valores.

Segmente o seu público

Como as publicações patrocinadas nessas redes são cobradas, inclusive, de acordo com o tamanho do público, o fundamental é segmentar.

Do contrário, poderá atingir pessoas que não necessariamente têm a ver com a marca.

No Facebook, você pode segmentar por idade, localização e até por interesses.

Assim, fica mais fácil garantir que cada postagem impulsionada chegue às pessoas que realmente interessam ao empreendimento.

Fique de olho nos resultados

Depois de executar uma campanha, não deixe de conferir as métricas.

Use a aba de estatísticas da rede em questão e verifique, por exemplo, qual foi o fluxo de pessoas atraídas enquanto a campanha esteve ativa.

Analise se houve algum tipo de conversão, como contato com a empresa ou mesmo venda direta, além de compreender como foi o engajamento.

Ao analisar essas informações, é possível saber, precisamente, o que funcionou e o que não.

Na hora de usar a estratégia novamente, basta fazer as modificações necessárias para obter efeitos ainda melhores.

Conte com ajuda especializada

Ao seguir todas as práticas anteriores, o seu negócio terá grandes chances de ter um excelente posicionamento digital.

Porém, se a ideia é sair na frente de verdade dos concorrentes e consolidar resultados ainda melhores, ter ajuda especializada é muito bem-vindo.

redes sociais equipe especializada

Quando possui o suporte de profissionais que atuam na área, tem acesso a uma estrutura que faz toda a diferença.

Para não errar na escolha de quem te ajudará nesse caminho, as principais recomendações são:

Busque uma empresa com experiência e qualidade

O mundo das redes sociais é amplo e promissor, mas também possui caminhos que podem gerar prejuízos.

Se você tem um negócio despreparado ao seu lado, por exemplo, perderá boas oportunidades e poderá até mesmo ficar com a imagem prejudicada junto ao público.

Por isso, o ideal é buscar uma empresa que já esteja no mercado há algum tempo e que entenda tudo desse universo digital.

Aliando isso a profissionais especializados e de qualidade, o resultado é um gerenciamento muito efetivo das redes.

Conheça os trabalhos anteriores da equipe

Para tirar a prova de que uma escolha é, de fato, a melhor disponível, conheça os cases de sucesso.

Ao saber o que a empresa fez por outras marcas e quais resultados conquistou, dá para identificar o que se pode esperar da atuação junto à sua marca.

Quanto maior for o portfólio com experiências de sucesso, maior é a qualidade oferecida pelo negócio.

Se quiser ter ainda mais certeza, procure a opinião de quem já contratou os serviços. Assim, você tira a prova e descobre se a opção realmente cumpre com o que promete.

Firme uma parceria de sucesso para a marca

Como o uso dessa estratégia pode trazer longos e excelentes resultados para o negócio, o ideal é pensar em médio e longo prazo.

Assim, é possível fortalecer intensamente a imagem da empresa e conseguir maximizar os resultados.

Por causa disso, o ideal é pensar na escolha não como uma contratação comum, mas como uma possibilidade de parceria de sucesso.

Portanto, opte por negócios que também tenham essa visão, levando o seu próprio ao sucesso.

Agora que você já sabe como usar as redes sociais a favor do seu negócio, elas se transformam em grandes aliadas rumo ao sucesso.

Além de executar as boas práticas, não deixe de contar com profissionais especializados para atingir resultados ainda melhores.

E, por falar nisso, descobrir particularidades das redes também pode ajudar a melhorar a sua atuação na internet.

Para decifrar esses pontos, baixe gratuitamente o nosso e-book “O algoritmo do Facebook EdgeRank, e descubra alguns dos seus segredos” e entenda tudo sobre o assunto! Agora se você precisar de ajuda para implementar uma estrutura de marketing digital, ou simplesmente se desejar fazer o seu negócio crescer, fique à vontade para falar conosco.

A missão das Franquias de Sucesso é juntos conectar pessoas ao seu negócio por meio da internet

Aficionado por empreendedorismo, graduado em Tecnologia, Marketing e Economia, já geriu áreas comerciais de diversas empresas de tecnologia, participa como voluntário do ITFB e ICM, atualmente é o Diretor Comercial e Marketing da rede de Franquias Liguesite.

Liguesite

O blog Liguesite oferece conteúdo de marketing digital gratuito para empreendedores alcançarem resultados positivos em seus negócios com a internet. Nós queremos ajudar você e a sua empresa também!

Liguesite Matriz

ENDEREÇO

Rua Antonio Daniel Dalcuche Filho, 27
Curitiba
Paraná

 

ATENDIMENTO

(11) 4063-2828   |  (21) 4062-7834
(31) 4062-7934   |  (41) 4063-9808
(48) 4062-1878   |  (71) 4062-9878
(81) 4062-9802   |  (85) 4062-8442

[email protected]

© 2018 Liguesite. Todos os direitos reservados. Leia nossa Política de Privacidade.