Passo a passo para criar um produto digital

criar um produto digital

Por Comunicação Liguesite. Postado em 06/11/2018. Última atualização em 06/11/2018.

Tempo estimado de leitura: 15 minutos.

O uso da internet se tornou constante no cotidiano das pessoas, sendo quase impossível imaginar como seria viver sem a grande rede nos dias atuais.

A facilidade do acesso por meio de qualquer dispositivo e o aumento da qualidade e da velocidade de conexão permitiram que um número cada vez maior de brasileiros desfrute de todas as facilidades que a internet traz para o nosso dia a dia.

Os benefícios são inúmeros e as vantagens vão muito além das redes sociais, das compras e pesquisas online e do contato com pessoas do mundo todo.

A internet é uma opção real e viável para ganhar dinheiro, seja uma renda extra ou mesmo o provento principal de cada mês, nos mais variados nichos de mercado.

Entre as várias opções online, com pouca estrutura física e sem muitos custos, é possível criar um produto digital que atinja um grande número de pessoas, e essa comercialização é feita em casa, de forma direta e sem grande burocracia.

Um produto digital relevante é concebido a partir do conhecimento de cada um de nós, de nossas expertises e experiências.

Ao longo deste post, iremos mostrar o passo a passo para criar um produto digital de sucesso.

Mas, antes de mais nada, você sabe se é mesmo possível viver da renda de produtos digitais?

Confira a resposta para essa pergunta no vídeo a seguir:

CONTINUAR LENDO

Como estruturar um produto digital

como estruturar um produto digital

Uma das principais dúvidas de quem pretende criar um produto digital é compreender como uma ideia pode se transformar em um material que cause interesse e seja útil para os futuros consumidores.

Essa dúvida é muito comum e legítima, já que existe uma infinidade de produtos disponíveis e diferentes plataformas EAD especializadas nesse tipo de comércio.

Para facilitar a jornada desses empreendedores, listamos aqui 5 passos básicos para quem está pensando em criar um produto digital:

1. Escolha cuidadosamente o assunto

A principal vantagem da internet é a possibilidade de acesso a todo tipo de conteúdo.

Os sites de busca são os mais acessados no mundo justamente por esse motivo, já que é possível encontrar qualquer assunto e em qualquer idioma.

Entretanto, essas buscas geralmente indicam conteúdos básicos, sem grande aprofundamento, principalmente porque é difícil falar tudo sobre um tema em apenas um post ou vídeo. E é aí que entra um produto digital bem pensado e desenvolvido.

Com isso, queremos afirmar que o primeiro passo para criar um produto digital é optar por um assunto que você já domine.

Pode ser algo específico dentro da sua área de formação acadêmica, algum conhecimento adquirido ao longo do tempo ou mesmo algum tema vivenciado através da sua experiência pessoal.

Essa escolha fará com que você tenha menos trabalho ao criar um produto digital, pois já dominará bem o tema que precisa ser desenvolvido e poderá desenvolver esse assunto mais do que aquilo que as pessoas já encontram online.

Além disso, será muito mais prazeroso falar sobre um assunto que você já conhece e domina, o que torna as demais etapas do processo bem mais ágeis e dinâmicas.

2. Pesquise o mercado

Definido o assunto, o próximo passo para criar um produto digital é pesquisar sobre seus concorrentes, os produtores que já oferecem algo no mesmo nicho que você pretende oferecer.

Por mais raro e exclusivo que o seu conteúdo seja, certamente, em algum lugar mais alguém o conhece e teve uma ideia parecida com a sua.

Por isso, descubra e conheça a sua concorrência, ou seja, faça uma pesquisa de mercado.

No ambiente virtual esse cuidado é fundamental, pois dará a possibilidade de você criar um produto diferenciado, único, e consequentemente, mais interessante para seus futuros clientes.

Inovação é uma palavra constante nesse mercado, e monitorar seus concorrentes é fundamental para criar algo novo.

Mesmo que haja uma grande oferta na sua área, é possível obter sucesso agregando valor, ou seja, oferecendo algo a mais do que já é oferecido pelos outros produtores digitais.

Portanto, seja criativo e agregue valor ao seu produto, tornando-o atrativo e diferenciado dos demais.

3. Defina sua persona

Para que seu produto digital seja encontrado pelas pessoas certas é preciso que você defina qual é a persona a ser atingida, ou seja, quem é seu cliente ideal.

Um bom exercício para definir a persona é imaginar quais são as características da pessoas que comprariam seu produto, com todos os seus detalhes.

Identifique as características principais, como a faixa etária, a situação financeira, seus interesses, hábitos e necessidades.

Quanto mais detalhada for essa análise sobre seu público, mais respostas você irá obter.

E lembre-se: o formato e a linguagem do seu produto digital devem estar sempre alinhados com esse estudo.

Se a persona for bem definida, a divulgação do seu produto digital também será mais direcionada.

Isso porque você saberá claramente quais estratégias de marketing digital serão utilizadas, como, por exemplo, as redes sociais nas quais seu produto terá mais aceitação e gerará mais vendas.

4. Escolha o formato do seu produto digital

Depois de escolher o assunto, de conhecer seus concorrentes e de definir a persona, o próximo passo para criar um produto digital é escolher o formato ideal.

Essa escolha não será aleatória e sim baseada nos itens anteriores que você já definiu, principalmente seu público.

Vale lembrar aqui que a relação entre o conteúdo e a forma é crucial para que você atinja seu objetivo. Do contrário, todo seu conhecimento não chegará até as pessoas que acessam o seu produto digital.

Cada persona é atraída por um formato ou mesmo por mais de um. Por isso, cada passo deve ser rigorosamente cumprido para que seu produto realmente alcance as pessoas certas.

Veja, agora, alguns dos principais formatos:

E-book

Um dos mais tradicionais produtos digitais, o e-book, ou seja, o livro digital, é um produto prático e muito consumido.

Nele é possível alternar conteúdo e imagens, embora o foco principal esteja no conteúdo.

Ele pode ser acessado em qualquer dispositivo, o que traz praticidade para sua persona.

Em geral, o e-book atende a pessoas mais tradicionais, que leem também livros físicos e que já estão habituadas a obter conhecimento desta maneira.

Cursos online

Esse formato de produto digital prioriza a questão didática, principalmente, se o conteúdo a ser ensinado demanda prática e processos mais elaborados.

Os cursos online possuem também a vantagem de ser mais pessoal e de oportunizar o contato entre o produtor e o cliente, já que o fato das aulas serem em formato de vídeo fazem com elas fiquem mais parecidas com o formato tradicional de ensino.

Uma busca rápida pela internet irá demonstrar que existem cursos online das mais diversas categorias e conteúdos e, se o produtor tiver boa oratória e facilidade de comunicação, essa será uma ótima escolha.

Audiobook

O audiobook oferece a vantagem de ser acessado em praticamente qualquer lugar e, por isso, é o escolhido de muitos produtores de conteúdo.

Indicado para assuntos mais teóricos, pode funcionar também como um material complementar de outros formatos, no qual conceitos podem ser aprofundados e absorvidos de maneira mais ágil, já que o cliente terá apenas que escutar suas aulas.

Promove também a acessibilidade tanto de pessoas com alguma dificuldade visual como de pessoas de mais idade.

Infográfico

Esse formato de produto digital valoriza a praticidade e o aspecto visual, já que a prioridade são as imagens e os textos curtos e sucintos.

No infográfico, as informações visuais e textuais são concatenadas, favorecendo o entendimento e a compreensão.

Também pode ser utilizado como material complementar de outros formatos, agregando valor ao produto digital.

É importante ressaltar que a escolha do formato está diretamente ligada à persona definida, e que um formato não exclui o outro.

Leve em conta também que cada pessoa acessa e memoriza os conteúdos de maneira diferente. Portanto, para algumas, a memória imagética é mais eficaz que a auditiva e vice-versa.

5. Tire as ideias do papel

Vimos até aqui alguns dos passos fundamentais para criar um produto digital. Agora, é hora de tirar as ideias do papel e colocá-las em prática.

Antes de tudo, saiba que é raro que o produto fique pronto na primeira tentativa e que é absolutamente normal que surjam dúvidas ao longo do caminho.

Entretanto, com as definições prévias bem estruturadas, é mais fácil chegar no formato ideal.

Depois disso, você precisará começar a desenvolver seu conteúdo seja escrevendo um e-book e formatando-o ou então gravando os vídeos das aulas que você oferecerá.

Muitas pessoas que possuem um amplo conhecimento sobre determinado assunto acabam não conseguindo colocar esse conteúdo em um produto digital principalmente por não seguirem as primeiras etapas apresentadas aqui e por pensarem apenas no produto final.

Para não desanimar e abandonar o projeto, dedique a ele toda sua capacidade de organização e de planejamento.

Pense realmente em como seu produto pode fazer a diferença na vida das pessoas, como ele pode contribuir para o seu crescimento, seja ele pessoal ou profissional.

Considere também as circunstâncias em que seus alunos irão ter contato com o material.

Ele estará em casa, no trabalho, no carro, no metrô? Estará sozinho, com a família ou com os amigos?

Além disso, não deixe de levar em conta a didática, ou seja, a forma de passar esse conteúdo.

Busque ser claro e preciso na transmissão do conteúdo e demonstre que você realmente sabe do que está falando.

Exponha as vantagens do seu produto, solucione problemas, agregue valor para quem o comprar.

Mas saiba que essas são apenas as dicas iniciais para quem quer criar um produto digital.

Se você tem interesse em ser um produtor, há outras questões que precisa considerar e você pode descobrir quais são os próximos passos lendo nosso post que ensina como criar um curso online em vídeo.

Guest post produzido pela equipe da Hotmart.

Se você precisar de ajuda para implementar uma estrutura de marketing digital, ou simplesmente se desejar fazer o seu negócio crescer, fique à vontade para falar conosco.

A missão das Franquias de Sucesso é juntos conectar pessoas ao seu negócio por meio da internet!

Seja estratégico, conecte-se.

Liguesite

O blog Liguesite oferece conteúdo de marketing digital gratuito para empreendedores alcançarem resultados positivos em seus negócios com a internet. Nós queremos ajudar você e a sua empresa também!

Liguesite Matriz

ENDEREÇO

Rua Antonio Daniel Dalcuche Filho, 27
Curitiba
Paraná

 

ATENDIMENTO

(11) 4063-2828   |  (21) 4062-7834
(31) 4062-7934   |  (41) 4063-9808
(48) 4062-1878   |  (71) 4062-9878
(81) 4062-9802   |  (85) 4062-8442

[email protected]

© 2018 Liguesite. Todos os direitos reservados. Leia nossa Política de Privacidade.